Pesquisa eleições


Pesquisa Ibope 2013
Por Wanderley Filho
Faltando um ano para as eleições de 2014, os partidos começam a testar alguns nomes, lançando no balcão de possibilidades suas opções para ver como são recebidos pelo público e pelos agentes políticos envolvidos no processo. São os balões de ensaio, que podem ser usados ainda como instrumentos de pressão ou sedução para a costura de alianças.
Definição mesmo, só com convenções partidárias, que devem, por lei, ser realizadas no período de 10 a 30 de junho do ano da eleição.
Pesquisa
Até agora, a única pesquisa divulgada na imprensa visando a disputa no Ceará foi realizada em junho passado pelo Ibope, a pedido do PMDB, para avaliar alguns cenários. Os nomes apontados no levantamento podem nem ser candidatos, mas suas menções representam forças políticas que atuam à procura de espaços no panorama eleitoral.
Números….
Por essa pesquisa do Ibope, em todos os cenários testados, o ex-senador Tasso apareceu liderando, com média de 50% das intenções, seguido do senador Eunício Oliveira (PMDB), único pré-candidato declarado até o momento, ficou na casa dos 25%.
Outros possíveis candidatos, estes ligados à gestão de Cid Gomes, como o ex-ministro dos Portos Leônidas Cristino (PSB), o deputado e ex-secretário da Fazenda do Estado Mauro Filho (PSB), e o vice-governador Domingos Filho (PMDB), apresentaram desempenhos que variam entre 4% e 6% das citações. Brancos e nulos ficaram pelos 14% e indecisos com 7%.
Para a única vaga ao Senado em disputa no ano que vem, dois cenários foram testados. Novamente Tasso apareceu à frente, com 43% e 44% das intenções de voto. O atual senador Inácio Arruda (PCdoB) apareceu nas duas simulações com 19%, empatado tecnicamente com o deputado estadual Heitor Férrer (PDT), que marcou 18%. Luizianne Lins e José Guimarães, ambos do PT, foram os preferidos de 4% e 5%, respectivamente. Brancos e nulos chegam a 10% e indecisos a 6%.
Para conferir a pesquisa completa, clique aqui.
Dados apresentados, incertezas confirmadas
Pesquisas não devem ser compreendidas como tentativas de adivinhar ou prever o futuro, pois faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2014, o que realmente interessa aos partidos é a obtenção de informação para delinear estratégicas.
Evidentemente, tudo pode mudar. Especialmente quando a disputa começar de verdade, com as homologações das candidaturas em convenção. De qualquer modo, as pesquisa Ibope mostra que Cid terá que fazer um grande e caro esforço para seus candidatos, pois estes são menos conhecidos do público, enquanto Eunício corre por fora, ou melhor, por dentro da base de apoio ao atual governo. Tasso ainda é uma dúvida, embora muitos apostem que ex-governador não volte às disputas eleitorais. Seu problema é a pouca estrutura do PSDB. No final, como se diz no jargão esportivo, nesse começo de jogo, ninguém é de ninguém.

Vox Populi 2013
No início de outubro, há um ano da eleições, foi a vez do instituto Vox Populi cair em campo para fazer um levantamento no Ceará. Na pesquisa estimulada, na qual são apresentados nomes de possíveis candidatos aos entrevistados, diversos cenários foram trabalhados.
Largada
Para o governo do Estado, Eunício Oliveira (PMDB), o único que assume publicamente a condição de pré-candidato, parte na dianteira em todas as simulações, com desempenho entre 37% e 45% da preferência. Para essa disputa, o nome de Tasso Jereissati (PSDB), que recentemente declarou não querer disputar o cargo, não aparece na consulta estimulada, que apresenta embates entre Eunício e os possíveis candidatos do PROS (Mauro Filho, Zezinho Albuquerque, Leônidas Cristino, Roberto Cláudio e Domingos Filho), além de Luizianne Lins, do PT.
Já para o Senado, Tasso Jereissati lidera em todos os cenários em que seu nome é colocado, oscilando na ponta entre 38% e 39%. O senador Inácio Arruda (PCdoB), aparece na segunda posição, com 20%. Outros nomes também são testados, como os petistas José Guimarães e Luzianne Lins, com destaque para o deputado estadual Heitor Férrer (PDT), que ficam em segundo nos cenários em que Tasso não aparece.
Para a pesquisa Vox Populi Foram ouvidos 1600 eleitores do Ceará, entre os dias 29 de setembro e 03 de outubro. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.
Cenários
Seguem abaixo números mais detalhados da pesquisa Vox Populi, a mais recente feita para a disputa eleitoral no Ceará, para o governo estadual e o Senado, com diferentes simulações de enfrentamentos.
Para o Governo do Estado
Para a corrida ao governo do Estado, o Vox Populi simulou “duelos” entre Eunício Oliveira e outros possíveis candidatos. A grande ausência foi um cenário com o nome do deputado estadual Heitor Férrer (PDT), citado nos bastidores como um possível nome à sucessão de Cid Gomes.
Cenário 1
Eunício Oliveira (PMDB) – 43%
Zezinho Albuquerque (PROS) – 9%
Ninguém/Branco/Nulo – 28%
Não sabem/Não responderam – 20%
Cenário 2
Eunício Oliveira (PMDB) – 42%
Mauro Filho (PROS) – 14%
Ninguém/Branco/Nulo – 26%
NS/NR – 19%
Cenário 3
Eunício Oliveira (PMDB) – 45%
Leônidas Cristino (PROS) – 8%
Ninguém/Branco/Nulo – 28%
NS/NR 19%
Cenário 4
Eunício Oliveira (PMDB) – 41%
Roberto Cláudio (PROS) – 16%
Ninguém/Branco/Nulo – 25%
NS/NR – 18%
Cenário 5
Eunício Oliveira (PMDB) – 45%
Domingos Filho (PROS) – 10%
Ninguém/Branco/Nulo – 27%
NS/NR – 18%
Cenário 6
Eunício Oliveira (PMDB) – 39%
Luizianne Lins (PT) – 16%
Zezinho Albuquerque (PROS) – 6%
Ninguém/Branco/Nulo – 23%
NS/NR – 16%
Cenário 7
Eunício Oliveira (PMDB) – 37%
Luizianne Lins (PT) – 15%
1Mauro Filho (PROS) – 10%
Ninguém/Branco/Nulo – 21%
NS/NR – 15%
Cenário 8
Eunício Oliveira (PMDB) – 40%
Luizianne Lins (PT) – 16%
Leônidas Cristino (PROS) – 6%
Ninguém/Branco/Nulo – 23%
NS/NR – 16%
Cenário 9
Eunício Oliveira (PMDB) – 38%
Luizianne Lins (PT) – 15%
Roberto Cláudio (PROS) – 11%
Ninguém/Branco/Nulo – 21%
NS/NR – 16%
Cenário 10
Eunício Oliveira (PMDB) – 39%
Luizianne Lins (PT) – 16%
Domingos Filho (PROS) – 7%
Ninguém/Branco/Nulo – 22%
NS/NR – 15%
Para o Senado
Cenário 1
O primeiro cenário contempla quatro pré-candidatos.
Tasso Jereissati (PSDB) 38%
Inácio Arruda (PCdoB) 20%
Heitor Férrer (PDT) 17%
José Guimarães (PT) 4%
Ninguém/Branco/Nulo 13%
Não sabem/Não responderam 7%
Cenário 2
No segundo cenário, o nome de Guimarães é substituído por Luizianne Lins, ambos do PT.
Tasso Jereissati (PSDB) 38%
Inácio Arruda (PCdoB) 20%
Heitor Férrer (PDT) 16%
Luizianne Lins (PT) 6%
Ninguém/Branco/Nulo 13%
NS/NR 7%
Cenário 3
Sem Tasso Jereissati, Inácio Arruda assume a dianteira contra 10% de José Guimarães. Nesse contexto, votos brancos e nulos chegam a 29% e indecisos somam 18%.
Inácio Arruda (PCdoB) 43%
José Guimarães (PT) 10%
Ninguém/Branco/Nulo 29%
NS/NR 18%
Cenário 4
Contra Luizianne Lins, Inácio também lidera.
Inácio Arruda (PCdoB) 41%
Luizianne Lins (PT) 13%
Ninguém/Branco/Nulo 29%
NS/NR 17%
Cenário 5
Com três candidatos, o quinto cenário volta a mostrar Tasso Jereissati na frente.
Tasso Jereissati (PSDB) 39%
Inácio Arruda (PCdoB) 28%
José Guimarães (PT) 6%
Ninguém/Branco/Nulo 18%
NS/NR 9%
Cenário 6
Trocando o nome de Guimarães pelo de Luizianne Lins, Tasso permanece à frente.
Tasso Jereissati (PSDB) 39%
Inácio Arruda (PCdoB) 26%
Luizianne Lins (PT) 9%
Ninguém/Branco/Nulo 17%
NS/NR 8%
Cenário 7
Sem Tasso no páreo, Inácio Arruda lidera a disputa contra Heitor Férrer, que fica em segundo.
Inácio Arruda (PCdoB) 37%
Heitor Férrer (PDT) 18%
José Guimarães (PT) 7%
Ninguém/Branco/Nulo 23%
NS/NR 16%
Cenário 8
Inácio Arruda também lidera seguido de Heitor, quando o terceiro nome é o de Luizianne Lins.
Inácio Arruda (PCdoB) 35%
Heitor Férrer (PDT) 17%
Luizianne Lins (PT) 11%
Ninguém/Branco/Nulo 22%
NS/NR 15%

Comentários